As 5 Lições Empreendedoras do Xadrez

Fonte: Luz
Xadrez e Empreendedorismo - LUZ Geração Empreendedora

 

Um belo dia resolvi que tinha que aprender um pouco de xadrez porque todos me dizem que é um jogo que desenvolve o pensamento analitico e estratégico, pontos importantes para minha profissão. Fora isso, sempre tive uma raivinha porque era o único jogo famoso que eu não praticava com estratégia ou intenção. Minhas jogadas eram sempre aleatórias ou reativas (que é bem diferente de jogar na defesa).

Comecei a fazer aulas, li o livro do Kasparov, maior jogador de todos os tempos, joguei algumas partidas, e hoje vim compartilhar as 5 maiores lições que aprendi aplicáveis à empreendedores, startups e demais (como eu e você ;) )

 

1. SEM ESTRATÉGIA NÃO TEM PORQUE JOGAR

Empreendedorismo e estratégia - LUZ Geração Empreendedora

Se você não sabe o que quer no jogo, não vale nem a pena começar. No xadrez as primeiras lições são todas sobre estratégia. “Desenvolvimento” e “domínio do centro do tabuleiro”, que é você (1) sempre evoluir suas peças para (2) uma presença cada vez maior no centro do tabuleiro foram, para mim, as questões mais importantes. Levando à realidade das empresas, vejo isso como os valores e princípios nos quais você embasa suas decisões. É a velha máxima do nosso gloriosíssimo Mestre Gato (nas minhas palavras), “se você não sabe para onde vai, qualquer caminho te leva lá.” Nas palavras dele, abaixo:

Isso tudo nos leva à segunda lição…

2. NÃO HÁ CERTO OU ERRADO

Estratégia e empreendedorismo - LUZ Geração Empreendedora

 

No início do livro “Como a vida imita o Xadrez”, Kasparov diz que, devido ao seu sucesso rápido (ele foi o campeão mundial mais novo da história, com apenas 22 anos), as pessoas começaram a tentar descobrir seus segredos. Uma das perguntas que fizeram foi “quantas jogadas à frente você vê?”. Sua resposta: “Depende da posição”.

Muitas vezes estou num lugar com amigos e um me chama no canto, conta 5 minutos de alguma história da sua empresa e quer a melhor solução. Não é assim. É possível ver questões macro, mas tomar uma decisão depende muito do contexto.

Já que não há certo e errado, como tomar decisões “mais certas”? Experiência, estudo e prática, claro.

 

3. CONHEÇA SEU ADVERSÁRIO

Conheça sua concorrência - LUZ Geração Empreendedora

Não tem certo e errado justamente porque adversários diferentes darão respostas diferentes.

Vamos a um exemplo: Glio, startup que saiu daqui da Casa LUZ tem um modelo parecido (mas não igual) à Yelp e no Brasil concorre (principalmente) com o Kekanto. A estratégia do Kekanto (me parece ser) fazer o negócio ter a maior escala possível no menor tempo possível, o que compromete muito a qualidade do negócio.  A estratégia da Glio, portanto, foi oposta: não querer expandir rápido, focar na qualidade do conteúdo e fazer num raio pequeno. Exemplo: só entram convidados.

A estratégia portanto depende da estratégia do coleguinha ao lado. Vale destacar um ponto importantíssimo, “adversário” no xadrez é o cara que você quer matar, mas no mercado (cada vez mais e num ritmo acelerado) o conceito de concorrência tem dado lugar à colaboração. Portanto pense que sua estratégia empreendendo pode NÃO ser matar quem faz exatamente o mesmo que você, e que seu adversário é o problema que sua empresa resolve, por exemplo.

3. SAIBA USAR (E SE PREOCUPE COM) TODAS AS SUAS PEÇAS.

Saiba usar suas peças - LUZ Geração Empreendedora

Quando comecei a jogar confesso que achava o cavalo uma peça meio estranha e inoperante. Frequentemente o trocava por pouco, mas depois de levar muito cheque mate do computador percebi que eu tenho sim que aprender a jogar com o cavalo, pois ele pode ser a peça mais útil para uma determinada situação. Ou seja, é muito fácil a gente valorizar a rainha (um produto ou área da empresa, por exemplo), guardá-la a qualquer custo, focar todos os esforços em desenvolve-la, matar meia dúzia de peças só com ela e não desenvolver o resto. TODAS as peç(sso)as são muito relevantes. Não é a rainha sozinha que vai ganhar o jogo para você.

 

5. PADRÕES, PADRÕES, PADRÕES

Padrões empreendedores - LUZ Geração Empreendedora

No xadrez você tem quase que “manuais como fazer” na manga para cheque mate com determinadas peças, possíveis primeiros movimentos, ataques (duplo, descoberto, etc) e isso te ajuda muito a cumprir com sua estratégia. Você sabe onde quer chegar, mas não sabe como chegará lá. Ótimo. Nos negócios, temos desde teste A/B, MVP, e etc a softwares freemium, plataformas onde você aprende sobre seu negócio e outros, que devem ser utilizados nas horas corretas.

Mesma história. Você sabe onde quer chegar com seu negócio, só não sabe como chegará lá, portanto utiliza os padrões que conhece para aprender e crescer… Ou seja, quanto mais padrões você conhece e pratica, mais armas você tem! :)

 

E O QUE O XADREZ NÃO ENSINA SOBRE NEGÓCIOS?!

Xadrez e o empreendedorismo - LUZ Geração Empreendedora

Num post polêmico que escrevi sobre a Doença das Startups brasileiras, um dos pontos importantes que queria passar era que o mundo nunca se propôs a ser justo, portanto as condições nunca serão as mesmas para todas as partes. No xadrez TUDO é igual. A única diferença é que um começa. No empreendedorismo é bem diferente. Há “acasos”, contatos, e todo um contexto que está fora do controle do empreendedor.

Não espere que empreender seja como num jogo de xadrez, onde todos tem as mesmas condições. Isso é uma farsa.

 

E aí empreendedores, vocês jogam xadrez? Concordam?

Abraços! De partida em partida, vamos criar um mundo radicalmente melhor.

%d blogueiros gostam disto: